domingo, fevereiro 22, 2009

o vinho e o mosto - um exercício de intertextualidade 19


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

Fernando Pessoa


Guardo as pedras ou as dores que elas me causam?

Ou sempre guardei umas e outras?

Sempre as guardei ou só agora o faço

Quando a vida se aproxima do fim?

Questiono-me se vale ou valeu a pena guardar as pedras

Com que faria os castelos a que tantas vezes me propus.

Nunca me neguei a ouvir um não

E não considero coragem fazê-lo.

Ter uma vida fácil, como foi a minha, tudo nos rouba.

Embota-nos o pensamento e os sentimentos,

Não se dá real valor a nada ou quase nada.

Mas o pior, é chegar ao fim e perguntar – o que andei cá a fazer?

E, no entanto, fui muito feliz poucas vezes

Angustiado não sei quantas,

Salvei vidas, despertei amores, desamores,

Ódios, invejas, incompreensão

E sempre encontrei meus oásis.

Ou simplesmente, miragens?

CVR



sexta-feira, fevereiro 20, 2009

como se chegou à crise, assim dizendo ...

Foram muitos os caminhos que conduziram o mundo à crise em que a maioria do mundo se encontra, empurrados para ela por aqueles que, mesmo hoje, a não sentem.
Este vídeo que aqui vos deixo, mostra com humor, um desses caminhos ou o mais importante deles.
A ganância e a ingenuidade de muitos e o desprezo e exploração de uns poucos por todos, um liberalismo quase selvagem e a falta de valores, aqui nos conduziram.
Penso que nenhum de vós se arrependerá de ver o vídeo com que vos deixo.

video

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

uma palestra fora do comum

Não percam esta palestra fora do comum, proferida por um homem também especial.
É seguramente uma lição de vida, como nenhum dos alunos da Universidade de Stanford terá tido durante o curso. E será talvez aquela que mais recordarão desde esse dia. Curiosamente proferida por um não universitário.
Vale a pena ouvir e pensar. (Vejam os dois vídeos, porque a palestra está dividida).